Open Conference Systems, IX Congresso Nacional de Administração e Contabilidade - AdCont 2018

Tamanho da fonte: 
O Trabalho dos Jovens Profissionais da Geração Y em Organizações de Economia Criativa
Deborah Moraes Zouain, Flora Thamiris Rodrigues Bittencourt, Luiz Alexandre Valadão de Souza

Última alteração: 2018-10-08

Resumo


Observa-se que a economia criativa está proporcionando mudanças no rumo das organizações, utilizando tecnologia e inovação para gerar novas soluções para o mercado com produtos e serviços originais. A geração Y tem protagonismo nesta economia, amplamente suportada na utilização de plataformas tecnológicas. Antes havia uma economia fundada no uso intensivo de capital e trabalho, objetivando a produção em grande escala. A expectativa dessa geração era a estabilidade e construção de carreira. Com o avanço nas comunicações, a economia criativa baseia-se no capital intelectual, focada no individuo, e na capacidade de formação de redes sociais e na absorção de conhecimento. Nesse sentido, a pesquisa teve como objetivo geral analisar como o trabalho dos jovens profissionais da geração Y é executado em organizações de economia criativa. Para tanto, foi realizada uma pesquisa de campo de natureza qualitativa, utilizando-se como instrumento de coleta de dados, a entrevista semiestruturada. O método de análise da pesquisa foi baseado na análise de conteúdo. Os principais resultados obtidos foram a verificação do predomínio de tarefas de cunho administrativo, que estão presentes nas organizações de economia criativa, assim como em qualquer empresa tradicional que opera no mercado; a utilização de ambientes compartilhados, como os espaços de coworking e incubadoras, posto que estão sendo mais utilizados nesse setor e vem crescendo nos últimos anos; a utilização de tecnologias adotadas para realização das atividades fazendo parte do ambiente laboral dos trabalhadores e sendo imprescindível para o desempenho do trabalho; o espírito empreendedor; o conhecimento de mercado; a habilidade em gestão; por último, a importância do trabalho para os profissionais da geração Y, como elemento central na vida desses sujeitos.

Texto completo: PDF