Open Conference Systems, IX Congresso Nacional de Administração e Contabilidade - AdCont 2018

Tamanho da fonte: 
A Rotatividade entre Manicures: o estudo de caso de uma Esmalteria no Rio de Janeiro
Daiane Serafim Andrade de Barros, Irene Ciccarino

Última alteração: 2018-09-10

Resumo


A rotatividade é representada pela dinâmica de admissões e demissões de determinado posto de trabalho, empresa ou nicho de mercado. Este fenômeno, capaz de comprometer o funcionamento organizacional, é habitual no nicho de beleza e estética, principalmente entre manicures e pedicures. Reconhecendo a problemática desse mercado de trabalho intensivo em mão de obra e tendo em vista a expansão das esmalterias, este artigo identifica os fatores de rotatividade através do estudo de casos de uma esmalteria na cidade do Rio de Janeiro. Trata-se de um estudo descritivo operacionalizado por meio de entrevistas semiestruturadas e em profundidade, com todas as profissionais da esmalteria em questão e buscando entender a rotatividade sob a perspectiva das manicures. Os dados foram analisados por meio de análise de conteúdos e possibilitaram a validação das premissas levantadas na revisão da literatura. Os resultados obtidos mostraram que os desligamentos têm como bases questões de saúde pessoal e familiar, a suscetibilidade do ramo a conflitos organizacionais e ainda problemas salariais ou referentes a atrasos de pagamentos. Embora seja um problema reconhecido pelos empresários e empreendedores do ramo de beleza e estética, a rotatividade, é pouco pesquisada, principalmente no nicho de esmalterias. Deste modo, o presente estudo buscou chamar atenção para essa questão ampliando a pesquisa empírica sobre o tema, além de disseminar informações que auxiliem os empreendedores do ramo na retenção da mão de obra.

Texto completo: PDF